quarta-feira, 8 de julho de 2015

Vermelha...

A cada fio de cabelo que encontro
na minha cama uma lembrança
A cada fio a imagem de um sorriso,
um olhar, um momento de vergonha
Escondendo o rosto entre os cabelos,
levantando e olhando de baixo com
Aqueles lindos olhos brilhantes,
as sobrancelhas erguidas,
Um olhar infantil pra mim,
pensamentos nem tanto.
Seu lindo corpo se esconde
sob os cobertores da minha cama
O frio arde do lado de fora
seu corpo ferve do lado de dentro
Sua pele fica rosada de horas atrás,
as bochechas enrubescidas pela timidez
E eu, apenas sorrindo e pensando
o quanto essa vermelha me faz feliz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário